A emancipação moral do homem

Grão lançado ao ar por All3X às 11:00 de domingo, 30 de novembro de 2008

Hodiernamente encontramos pela vida inúmeros percalços, capazes de nos levarem ao descontentamento ou na descrença da vinda de melhores dias. Contudo, não devemos apresentar motivos para o desânimo, ainda há grandiosos convites para o viver. Em 'Convites da Vida' localizamos alguns destes.

Em tempos nos quais encontramos diversos apelos ao consumo desmedido, onde não apenas produtos são descartáveis, mas também relações pessoais também os são, torna-se freqüente o pensamento de que fruir dos prazeres fornecidos pela vida é se entregar ao hedonismo despreocupado.
A filosofia do Carpe Diem se mostra imperiosa, que é vivida até as últimas conseqüências. Como se viver o aqui e agora fosse livre de responsabilidade sobre o amanhã. Buscamos incessantemente a realização de nossas necessidades orgânicas, mas o preço para isso pode ser muito elevado futuramente.
O que a obra mencionada nos remete é justamente a reflexão sobre os valores aos quais estamos ligados, e busca nortear o caminho daqueles que procuram por uma vida mais sadia nos mais amplos aspectos.
Não sendo uma simples narração acerca da doutrina espírita, Divaldo Franco (pelo espírito Joanna de Ângelis) traz uma mensagem sobre a relevância de a cada instante buscarmos o aprimoramento de nossa postura perante a vida. Como bem diz, “não sejas aprioristicamente contra isso ou aquilo, antes de conhecer o conteúdo. Sábio verdadeiramente é todo aquele que consegue descobrir o lado útil das pessoas e das coisas”.
O que valora ‘Convites da Vida’ como uma obra de grande pertinência é o fato de seu conteúdo ser atemporal. Em cada um dos 60 pequenos capítulos, encontramos determinado convite a reflexão, que continua atual frente às questões que agora vislumbramos.
Decidir corretamente sobre as escolhas que fazemos nos é imprescindível. O convite à retidão e à probidade moral é feito em cada instante, e clareando a visão podemos então tomar melhor posicionamento.

PS: Você lê na página 38: “O engano passa, mas o dever retamente exercido fica. / A bruma se dilui, enquanto permanecem a claridade e o Sol como estados naturais da vida. / Descontrai-te, portanto, e atende aos teus deveres morais, atuante na comunidade em que vives com a alegria do semeador que antevê na semente submissa a glória do campo coroado de novos e abundantes grãos”.

Postagens Relacionadas

Gostou deste artigo? Então deixe um comentário e assine nosso RSS Feed.
Imprimir esta página | Enviar para o Twitter | Recomendar no diHITT | Feed dos comentários

14 outro(s) grão(s) se juntaram a este.

  1. Postado em segunda-feira, dezembro 01, 2008 4:11:00 PM

    Oi, Alex! Interessante resenha sobre o livro. Vou procurar por ele aqui em BH. Cara, vc foi escolhido o TOP COMENTARISTA do Café com Notícias do mês de novembro. Como prêmio o banner do seu blog fica exposto até o último dia útil desse mês na seção "Vale a pena visitar". Espero que goste!

    Abraço,

    =]
    ------------------------------
    http://cafecomnoticias.blogspot.com

     
  2. All3X disse:
    Postado em segunda-feira, dezembro 01, 2008 8:31:00 PM

    Wander, estou muito feliz com a notícia. Só tenho a agradecer.
    All3X

     
  3. Postado em terça-feira, dezembro 02, 2008 10:10:00 PM

    Massa, falam dessa livro muito bem :D
    vou baixar ele depois, vlw pela dica

     
  4. HoneyBee disse:
    Postado em terça-feira, dezembro 02, 2008 10:36:00 PM

    Olá, Allex.

    Participei da parceria com a Ediouro também e acabei de postar a minha resenha. Essa parceria é realmente uma coisa maravilhosa.

    Pessoalmente, esse tipo de literatura não me atrai muito, prefiro uma leitura mais irreverente. Mas fico feliz que você tenha gostado. Ah, e mesmo não gostando desse tipo de literatura, vou dar uma chance ao livro e clicar ali no link pro mini-site do livro e ler o primeiro capítulo.

    Um grande abraço.

     
  5. Van disse:
    Postado em terça-feira, dezembro 02, 2008 10:40:00 PM

    Muito legal a resenha desse livro. Deve mesmo valer a pena ler.

    \obrigada, bjoo

    www.blogdavana.zip.net

     
  6. jcdigital disse:
    Postado em terça-feira, dezembro 02, 2008 10:53:00 PM

    Não curto o espiritismo, mas interessante a frase final.
    Ainda bem que tem pessoas como você com o hábito da leitura

     
  7. Postado em quarta-feira, dezembro 03, 2008 9:51:00 AM

    Olá Alex, td bem?

    Gostaria de trocar links entre os sites? Se estiver interessado, acesse o Criativo e clique em "Troca de links" no menu.

    Abs

    Marcus, Criativo de Galochas

    http://criativodegalochas.blogspot.com
    http://picapaubrazil.blogspot.com
    http://speedracergobrazil.blogspot.com

     
  8. Postado em quarta-feira, dezembro 03, 2008 10:55:00 AM

    Pelo que entendi, o livro é uma verdadeira manifestação de oposição ao preconceito e ao novo tempo do espírito, no qual somos "dominados" pela rapidez das mais avançadas tecnologias. Por isso, diria que o título da obra poderia ser "Convite à vida", como esta deveria ser, ou seja, aproveitada de maneira menos superficial, com base em preceitos reais.

    Até mais!

     
  9. All3X disse:
    Postado em quarta-feira, dezembro 03, 2008 10:59:00 AM

    HoneyBee, também gostei muito, uma ótima iniciativa, não acha?
    E leia lá mesmo o trecho do livro, quem sabe não te agrada.
    Literatura é uma coisa fantástica, sempre pode se ter uma boa leitura em estilos diversos.
    Valeu a todos

     
  10. Plínio disse:
    Postado em quarta-feira, dezembro 03, 2008 11:03:00 AM

    Não é o tipo de literatura que curto... mas a resenha foi mto legal

     
  11. All3X disse:
    Postado em quarta-feira, dezembro 03, 2008 11:15:00 AM

    Daniel, o livro trata sim dese convite a viver a vida de modo mais centrado. O 'convites' se dá pois se tecem várias razões e preceitos que deveríamos seguir.
    Valeu, o convite está feito.

     
  12. Postado em quarta-feira, dezembro 03, 2008 4:13:00 PM

    Oi !
    Passa lá no meu blog ?
    Tem uma surpresa pra você ^^

     
  13. Su disse:
    Postado em quinta-feira, dezembro 04, 2008 11:08:00 AM

    Oi Alex, muito obrigada pela visitinha lá em meu humilde porto. Fique a vontade sempre, é um prazer receber amigos de meus amigos. você chegou lá através de um blog que eu admiro muito, então é sempre bem vindo.
    E a sugestão está anotada, fiquei interessadíssima em ler esse livro, vou ver se encontro por aq!!
    beijos e volte seeeeeeempre!!

     
  14. All3X disse:
    Postado em terça-feira, fevereiro 10, 2009 11:37:00 AM

    Valeu Su e Mulheres Imperfeitas, agradeço e tentarei retribuir a visita.
    All3X

     

Postar um comentário

"Cuidado... ao dizer alguma coisa, cuide para que suas palavras não sejam piores que o seu silêncio."
Não se intimide, seja livre para comentar!

Areias do tempo:

Grãos Associados:

BlogBlogs: