Página Virada

Grão lançado ao ar por All3X às 08:00 de domingo, 15 de fevereiro de 2009

O Novo Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa já está em vigor desde o dia primeiro deste ano, mas até o final de 2012 a grafia antiga ainda será aceita, e ainda assim reluto contra a decisão.

O acordo pretende uniformizar a escrita dos oito países lusófonos, integrantes da Comunidade dos Povos de Língua Portuguesa (CPLP), a saber: Brasil, Portugal, Moçambique, Angola, São Tomé e Príncipe, Guiné-Bissau, Timor Leste e Cabo Verde. A pretensão é de que 98% do vocabulário tenha a mesma grafia nesses países.

Ao contrário do que apregoa o acordo, não é essencial buscar a simplificação da ortografia, mas sim a concretização da plena expressividade, esta sim a peça fundamentadora dos idiomas. Pois a letra fria das convenções de nada valerá se não servir para o melhor proveito de seus destinatários.

Como já se afirma, a ortografia não passa de mais uma convenção criada pela sociedade. É assim justamente porque alguém quis que fosse assim. E pronto. Já a fala, está é mais antiga que a escrita. De forma que o modo que grafamos uma palavra não é necessariamente o modo como a falamos. São os próprios falantes que ajustam o idioma, e não meras regras gramaticais.

Mas essa já é uma batalha perdida. Temos até 2012 para nos adaptar às normas. E o Grãos de Areia, resignado, já começa a adotar as mudanças. Caso você, leitor, encontre algum termo grafado fora das novas regras, pode me alertar. Espero apenas me comunicar bem, que minha mensagem possa ser compreendida, e nada mais. Enquanto isso, vamos escrevendo novas páginas...

Postagens Relacionadas

Gostou deste artigo? Então deixe um comentário e assine nosso RSS Feed.
Imprimir esta página | Enviar para o Twitter | Recomendar no diHITT | Feed dos comentários

5 outro(s) grão(s) se juntaram a este.

  1. Postado em domingo, fevereiro 15, 2009 11:38:00 AM

    Oi, Allex!
    A intenção de unificar o idioma português em todos os povos é interessante, mas creio que isso ainda vai gerar muitas discussões e pessoas que são a favor e contra. Particularmente, tem coisas do novo acordo que gostei e outras que sou contra. Mas tá valendo: o negócio é se adpatar. Abraço

     
  2. Marcelo disse:
    Postado em domingo, fevereiro 15, 2009 2:17:00 PM

    Não aguento (sem trema) mais dar palestras sobre o acordo ortográfico.
    Na verdade, o erro começa em chamar de reforma, quando, de fato, não o é.
    O percentual de atuação desse ACORDO no português nosso de cada da é de menos de 0,05% do léxico do idioma que possui uma estimativa de não menos que 200 mil e não mais que 500 mil... (Acho chute esses números, mas enfim...)... Pense e cite 100 palavras que você usa todo dia com trema ou acento agudo éi.

    Não lembrou? Nem eu.

    Acho que o acordo, por ter sido mal explicado gerou a polêmica.

    No mais, segue tudo como antes.
    Abraços

    Marcelo

     
  3. All3X disse:
    Postado em domingo, fevereiro 15, 2009 3:51:00 PM

    Wander, não tem mais jeito, já busco me adaptar.
    E tens razão, Marcelo, o acordo está sendo noticiado como uma proposta milagrosa para aproximação dos povos lusófonos, mas não muda muita coisa.
    Além de gerar polêmica, nos deixa confuso...mudou o quê mesmo?...
    Valeu,
    All3X

     
  4. Postado em terça-feira, fevereiro 17, 2009 11:23:00 AM

    amigao

    como posso fazer para usar um template igual ao seu

    comecei a fazer meu blog mas nao entendo muito de html

    da uma olhada no que tenho


    www.profgilmattos.blogspot.com

     
  5. Postado em sábado, fevereiro 21, 2009 4:46:00 PM

    A maior parte dos usuários da língua está confundindo reforma ortográrica com reforma do idioma.
    Embora mesquinha, a união ortográfica pode ocorrer, mas da língua é uma terefa impossível (graças a Deus), porque há outros fenômenos como o vocabulário e a semântica: úma palavra pode ter o mesmo sentido no Brasil e outro em Portugal, por exemplo.

    Abraços.

     

Postar um comentário

"Cuidado... ao dizer alguma coisa, cuide para que suas palavras não sejam piores que o seu silêncio."
Não se intimide, seja livre para comentar!

Areias do tempo:

Grãos Associados:

BlogBlogs: